Loading...

OLHO POR OLHO

“OLHO POR OLHO” é a primeira exposição coletiva dos 10 consagrados fotógrafos cariocas que fazem parte da galeria virtual PICTORIO. Criada em 2017 pelos fotógrafos Alexandre Sassaki e Delfim Freitas, a Pictorio se caracteriza por apresentar fotos de temas cariocas, notadamente paisagens. Impressas em dois processos de alta definição, Piezography e Platinum Palladium, as prints fine art, pb e cor, mostram uma gama de cinza muito acima dos processos convencionais. Com imagens mais pictóricas do que era de se esperar de fotógrafos criados no fotojornalismo, a OLHO POR OLHO mostra trabalhos nascidos dos seus projetos pessoais, fora do calor das redações de jornal e revista e que enaltecem as paisagens deslumbrantes do Rio de Janeiro.

OS FOTÓGRAFOS

Gustavo Stephan é fotógrafo independente. Colaborador do o jornal O Globo por 25 anos. Tem dois livros publicados: “Por onde andamos” sobre caminhoneiros e “Dias na Antártica” imagens de uma expedição de Amyr Klink. É professor da Sociedade Fluminense de Fotografia.

Oscar Cabral passou pelas editoras Bloch e Abril. Trabalhou para as suas principais revistas: Manchete, Fatos & Fotos e Veja. Nessa última esteve por 26 anos ganhando vários prêmios Abril de Jornalismo. Fotógrafo independente desenvolve projetos fotográficos em várias comunidades do Rio.

André Teixeira foi repórter fotográfico no jornal O Globo de 1998 a 2011, quando assumiu como editor assistente até 2015. Articulista da Revista Photo Magazine e Photo & Imagens por 16 anos. Atualmente vem se dedicando a criação de projetos para televisão, participando como produtor e entrevistador, além de elaborar o conceito de “Abaixando a Máquina TV”- programa de entrevista com fotógrafos. Fotógrafo independente, escreve e fotografa para sites como Projeto Colabora e Museu da Pelada.

Custodio Coimbra passou pelos principais jornais do Rio e, há 30 anos, trabalha no jornal O Globo. O Carioca é um artista requisitado por colecionadores no mercado da fotografia de arte. Além de fotos divulgadas em jornais e revistas mundo afora, tem seu trabalho publicado em vários livros, como ” Rio de Cantos Mil “, em 2010, e ” Guanabara Espelho do Rio em 2016 “. Participou de dezenas de mostras coletivas e realizou cinco exposições individuais, no Brasil e no exterior. Artista premiado, tem sua obra identificada com a história e a paisagem do Rio de Janeiro.

Márcia Foletto é gaúcha da cidade de Santa Maria, desde 1991 integra a equipe do Jornal O Globo. Circulando com uma câmera na mão, a fotógrafa faz um recorte gráfico e sensível da cidade, buscando a beleza sem ignorar seus problemas. Ganhou vários prêmios nacionais e internacionais de jornalismo, entre os quais se destaca o Prêmio Internacional de Jornalismo Rei de Espanha, em 2016, com a série de reportagens “Os Miseráveis”.

Zeca Linhares queria ser pintor, até que em 1972 vendeu uma fotografia. Naquela época, para ser fotógrafo tinha que também mergulhar num laboratório. apesar deter entrado para o jornalismo, rapidamente se afastou por achar que os negativos lhe pertenciam. Foi professor de fotografia em faculdade de Comunicação Social por quase 30 anos. Em 1983, ingressou na Prefeitura do Rio fotografando o Patrimônio Histórico. Foram 35 anos de andanças, sempre misturando arquitetura e manifestações culturais. Hoje documenta a cidade de mar e montanhas da primeira paisagem cultural urbana declarada Patrimônio Mundial pela Unesco.

Márcio Menasce é jornalista pós-graduado pela Universidade Cândido Mendes. É professor do espaço A Casa-Fotografia e Arte Contemporânea, além de um dos organizadores do projeto “Encontros na Leocádia”, que leva fotógrafos e estudantes de fotografia para imersão numa fazenda em Minas Gerais. Como convidado, participou com trabalhos fotográficos na exposição “Releituras Contemporâneas”, na Pequena Galeria Cândido Mendes e no Paraty em Foco 2017. Também participou de mostra coletiva “Natureza Concreta”, na Caixa Cultura Rio de Janeiro.

Delfim Freitas é fotógrafo independente, fez escola técnica achando que engenharia era o futuro. Mas em cima da hora optou pelo jornalismo. Filho de pai fotógrafo das antigas e mecânico de câmeras fotográficas encantou-se pelo ofício. Trabalhou nas empresas Bloch Editores, Riotur, Jornal O Dia e Jornal O Globo. Enveredou por mais uma paixão e é impressor Fine Art desde 2012. Em 2016 especializou-se nos processos monocromáticos Piezography e Paltinum Palladium. Em 2017 cria a galeria online Pictorio.

Alexandre Sassaki, carioca, apesar do nome, trabalhou como correspondente no Brasil das agências Sipa Press e Gamma Images. Foi colaborador nos Jornais Estado, e Folha de São Paulo e nas revistas Veja, e Isto É e Exame, recebendo em 1989 o XV Prêmio Abril de Fotojornalismo. Editor de Fotografia do Jornal O Dia entre os anos de 1996 e 1997, quando assumiu a edição fotográfica do Jornal O Globo, onde ficou até 2015. Fotógrafo independente desde 2016, cria a galeria online Pictorio em 2017.

Marcos Tristão começou a fotografar muito cedo e gostava da magia do laboratório fotográfico. Em 1989 se formou em jornalismo trabalhando nos jornais O Dia e O Globo. Afotografia o levou a duas Copas do Mundo, duas Olimpíadas e a ganhar diversos prêmios: Embratel, Caixa, CNT e Melhor foto de abertura da Revista Veja do ano de 2016. No momento trabalha como repórter fotográfico do Jornal do Brasil e na criação do Museu de Comunicação e Costumes, na Ilha de Paquetá, na casa onde morou José Bonifácio.

A EXPOSIÇÃO

Olho por Olho, do grupo Pictorio – Alexandre Sassaki, André Teixeira, Custodio Coimbra, Delfim Freitas, Gustavo Stephan, Oscar Cabral, Márcio Menasce, Márcia Foletto, Marcos Tristão, e Zeca Linhares.

Abertura: 13 de agosto de 2018, 18h
Local: Aliança Francesa
R. Muniz Barreto, 730 – Botafogo • Urca • Rio de Janeiro

2018-10-21T19:32:50+00:00